Projetos em Andamento


Iniciativa 1.1 – Expandir o uso do PJe nas unidades judiciais acompanhando sua evolução de acordo com o CNJ: Disponibilizar o PJe nas unidades judiciárias planejadas, integrado as demais soluções das áreas judiciais possibilitando a melhoria dos processos de negócio e o melhor atendimento dos jurisdicionados.
  • Implantação PJE no Juizado Especial da Fazenda Pública, Turma Recursal e Juizados Especiais Cíveis
  • Implantação PJE na Justiça Comum
  • Implantação PJE no 2o Grau
  • Implantação PJE na Justiça Criminal, Juizado Especial Criminal, Juizado da Infância e Juventude e Juizado da Violência Doméstica e da Mulher
 
Iniciativa 1.2 – Reestruturar o portal web do TJRR com foco na usabilidade e na expansão dos serviços oferecidos: Reformulação do portal web, orientado a serviços.
 
Iniciativa 1.3 – Implantar o Projudi nas unidades judiciárias criminais: Implantação de Processo Eletrônico em Unidades Judiciárias Criminas, integrado às demais soluções das áreas judiciais, possibilitando a melhoria dos processos de negócio e o melhor atendimento dos jurisdicionados.
 
Iniciativa 2.1 – Elaborar sistemas administrativos com foco na integração: Disponibilizar um ambiente de sistemas integrado com elementos estruturais de informações comuns aos sistemas administrativos e aos processos de negócio favorecendo a atuação e o pensamento sistêmico.

Iniciativa 3.1 – Fortalecer o setor de atendimento de TIC, integrando as ações em um único ponto de contato inicial

Iniciativa 3.2 – Elaboração e implantação do Plano de Gestão de atendimento de serviços de TIC
 
Iniciativa 3.3 – Capacitação e disseminação de melhores práticas no atendimento de acordo com o currículo do atendimento: Capacitar os servidores de TI que atuam na Central de Atendimento para realizar suporte em 1º e 2º níveis do catálogo de serviços de TI

Iniciativa 4.1 – Implantar sistema de integração e análise de informações estratégicas, administrativas e judiciais: Sistema de informações estratégicas do negócio implantado com emissão de índices de metas e Índice de Produtividade Comparada (IPC–Jus) do Conselho Nacional de Justiça.
 
Iniciativa 5.1 – Buscar certificação ISO 20000: Redução de perdas operacionais do Tribunal de Justiças relacionadas com problemas em sistemas e serviços de TI, possibilitando um atendimento célere e ágil.
 
Iniciativa 5.2 – Implantar metodologia de gerenciamento de projetos: Ter uma metodologia de Gerenciamento de Projetos Institucionalizada, os projetos prioritários do TJRR acompanhados de forma padronizada e seus resultados medidos em razão dos benefícios entregues.
 
Iniciativa 6.1 – Apoiar a unidade administrativa, ligada à presidência, para tratar da segurança da informação: Os Riscos relacionados com a TI identificados, os requisitos de conformidade interna e externa com definição de tratamento para evitar perdas relacionadas com incidentes de segurança da informação.
 
Iniciativa 7.1 – Implantação do site backup: Implantação de um Data Center de contingência de dados e dos principais serviços, com replicação simultânea de dados e disponibilidade dos serviços essenciais (Sistemas Judiciais funcionando na Internet)
 
Iniciativa 8.1 – Estabelecer e atualizar o plano de capacitação das soluções de TICs e regularmente oferecer cursos de capacitação: Ofertar treinamentos para usuários, priorizando os sistemas de processo eletrônico e administrativo
 
Iniciativa 8.2 – Implantar Portal do Usuário de TIC com acesso aos manuais atualizados, FAQ e Ambiente Virtual para responder questões não solucionadas
 
Iniciativa 9.1 – Elaborar Plano Anual de Capacitação em competências técnicas e gerenciais dos servidores da STI: Elaborar ou revisar plano anual de capacitação em competências que suportem a execução dos projetos estratégicos e prioritários da administração, como processo judicial eletrônico, sistemas administrativos, entre outros. Há necessidade de elencar os projetos prioritários.
 
Iniciativa 10.1 – Aprimorar a Infraestrutura de TI para realização de videoconferência: Proporcionar mais um meio de realização de audiências, utilizando-se da tecnologia de videoconferência, não substituindo o modelo atual, porém aumentando a possibilidade de realização de mais audiências, expandindo o projeto para todas as Varas Criminais, Vara da Infância e Juventude, todas as 7 Comarcas do interior além de instituições parceiras do TJRR (Centro Socioeducativo, Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, Cadeia Pública, Comando de Policiamento da Capital e Penitenciária de São Luíz do Anauá).
 
Iniciativa 10.2 – Manter a infraestrutura de TI segura, atualizada e apropriada às necessidade atuais e futuras
 
Iniciativa 11.1 – Viabilizar o setor para gestão e execução de contratos de TIC, atuando em conjunto com o setor institucional e com o objetivo gerir os processos de definição, aquisição, monitoramento e controle: Implantação do setor de execução e controle dos contratos que envolvem soluções de TIC
 
Iniciativa 11.2 – Elaborar e executar, anualmente, o Plano de Contratações de Soluções de Tecnologia de Informações e Comunicações (STIC) Resolução 182/2013 do CNJ.
 
Iniciativa 11.3 – Promover transparência nos projetos e contratos de TI: Que todos os cidadãos, servidores, magistrados e parceiros da Justiça, possam acessar o portal da Internet e obterem todas as informações sobre plano orçamentário, plano de contratações, PETIC, PDTI, plano de capacitações, planos de ações, contratos de TI.
 
Iniciativa 11.4 – Buscar elevar o índice dos Portes de Tribunais Estaduais de Relatório Anual do CNJ: O CNJ aplica no mês de junho de cada ano relatório de Portes de Governança de TI aos tribunais, aplicando um sumário no ano seguinte com o índice de aprimoramento de cada tribunal e um ranking nacional.